Segurança no Lar

Todos sabemos a importância da segurança no lar. Como existem maus elementos, procuramos diminuir o risco de assaltos em nossas casas. Gastamos com muros, portões e grade nas janelas. Alguns de nós preferimos pagar condomínios, alarmes e em muitas ruas têm alguém que cobra uma taxa para vigiar. O que protegemos dentro de casa? Os bens materiais e especialmente, a vida física. Não podemos, no entanto, negligenciar as ameaças espirituais e os outros riscos da sociedade moderna.

Untitlewewewewd-2

A insatisfação no relacionamento, a falta de autoestima, de romance, de aventuras sadias e emoção junto ao seu cônjuge acabam atrapalhando a rotina. Coisas como levantar cedo e sair correndo, pagar contas, chegar cansado e passar horas, sem conversar, na frente da TV quebram o clima gostoso do namoro. Isto é um passo na direção da infidelidade conjugal que, hoje, é favorecida pela internet. Cerca de 60% dos casos de traição virtual terminam em sexo real. Pesquisa da Dra. Abdo indicou que a traição é confirmada por 34% das cariocas e 65% dos homens na Bahia. A deslealdade pode estar relacionada com a dinâmica da vida a dois.

Untitledfddfdfd-1

O que podemos fazer para criar e manter lares protegidos? Respondo: investir na segurança emocional e espiritual do casamento. A segurança é proveniente de Deus. Não há outra saída para os relacionamentos e para os problemas que enfrentamos. Busque a Cristo e seja mais feliz.

– Cesar Guandalini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*