Uma paulada na palmada

E a educação dentro de casa sofre mais uma modificação. Por séculos, foi comum um pai aplicar disciplina física em seu filho por ter feito algo errado. No entanto, por causa da Lei da Palmada, sancionada em 27 de junho de 2014 pela presidência da República é crime corrigir as crianças através da força.

Untitled-1

A explicação para esta lei existir está relacionada com a quantidade de agressores que abusam de poder e espancam seus filhos. Problemas estes decorrentes de famílias desestruturadas que vivenciam alcoolismo, imaturidade, distúrbios psicológicos, presença de padrastos ou madrastas intolerantes.

O Estado pretende ajudar o desenvolvimento dos seus cidadãos desde a infância. O risco decorrente desta lei, que evita um extremo, é cair em outro extremo. Espancar está errado e deixar de disciplinar também será prejudicial. De acordo com o sábio Salomão, “…quem ama o filho castiga-o enquanto é tempo.” (Provérbios 13:24). A força física nunca deveria ser a primeira disciplina e cada criança deve ser educada de forma personalizada, conforme suas necessidades.

O caminho certo é demonstrar amor explicando bem qual é o comportamento esperado e quais consequências haverão se houver desobediência. Um lar precisa de regras, mas não muitas. Havendo desobediência a consequência deve ser aplicada. Por exemplo, uma bronca, conversando seriamente, um castigo geográfico, exigindo ficar restrito em um pequeno espaço por um tempo, para pensar, a perda de um privilégio, ficando impedido de usar um certo brinquedo.

A experiência de Isaque, obedecendo seu pai Abraão é uma aula. Está relatada em Gênesis, onde o jovem aceita ser sacrificado, quando isto de fato não iria acontecer, pois se tratava apenas de um teste. Isaque poderia correr, mas preferiu atender seu pai. Quando existe um relacionamento de amor, o filho obedece por motivo de confiança. A educação dada por Abraão, baseada em sua fé e na palavra de Deus,fez com que Isaque entendesse que a obediência é o melhor caminho. Uma história clássica, fato raro, mas que serve como exemplo de educação e princípios para nossos filhos hoje.

Untitle1d-1

O resultado de uma educação baseada em amor e correção será extremamente satisfatório. O filho que honra o pai e a mãe recebe a promessa de dias abençoados. (Êxodo 20: 12). Quando você solicita e facilita a obediência, sendo firme quando necessário e amoroso sempre, ao final estará abrilhantando o futuro dos seus filhos.

– Cesar Guandalini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*